Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As dicas da Ba

Um blog 360º com dicas e sugestões para as diferentes áreas da vida.

Atenção: Se não for ao E-Fatura pode estar a perder benefícios fiscais!

Ba 13.12.16

 

 

Screenshot 2016-03-28 23.34.31.png

O ano de 2016 está quase a terminar, assim como a possibilidade de usufruir de alguns benefícios fiscais e assim pagar menos impostos. Mas para isso terá de verificar se as suas faturas deste ano estão validadas ou pendentes. Caso contrário corre o risco de perder os benefícios fiscais e, quando for entregar o IRS, acabar por receber menos ou até mesmo ter de pagar IRS.

 

Tenha atenção porque o prazo termina a 15 de Fevereiro de 2017! No entanto, o ideal é não deixar tudo para a última hora.

 

Screenshot 2016-12-10 23.01.10.png

Para melhor compreensão, ficam aqui sintetizados alguns tópicos:

 

1) Só as faturas com número de contribuinte (NIF) são consideradas válidas pela Autoridade Tributária. Ou seja, se no ano passado pediu faturas mas não colocou o NIF então estas não serão válidas

 

2) Para consultar o estado das faturas tem de ir ao portal das Finanças e seguir os passos: E-Fatura > Faturas >  Consumidor > Colocar o NIF e senha de acesso. As faturas pendentes aparecem numa lista e deverá validar

 

3) Todos os contribuintes que tenham atividade independente (recibos verdes) têm de ir validar as faturas pendentes, e indicar se a despesa foi feita no âmbito pessoal ou profissional.

 

4) Algumas empresas têm mais do que um código de classificação de atividades económicas (Código CAE) e, por isso, a as Autoridade Tributária necessita de informação adicional para saber como classifica a fatura emitida, e em que categoria se insere. Estas faturas ficam assim pendentes e têm de ser validadas pelo contribuinte

 

5) Se detetou que alguma das faturas não foi introduzida pela empresa onde fez a compra pode introduzi-la à mão. Faturas > Registar Faturas.

 

6) Os contribuintes apenas têm de guardar as faturas que foram introduzidas por si, para ficarem como meio de prova. Para as faturas que já estão registadas não é necessário guardar.

 

7) A validação das faturas apenas pode ser feita através do portal E-fatura.

 

8) Para fazer a validação é necessário ter o código de acesso à sua área da Autoridade Tributária. Se ainda não tem o acesso peça-o o quanto antes. É que o código ainda demora uns dias a chegar e pode já não vir a tempo de conseguir validar as faturas.

 

9) Para quem tem filhos, deve também pedir a senha de acesso ao portal das finanças para, caso tenha pedido faturas no nome dos filhos (exemplo: despesas educação e saúde), possa acompanhar as mesma e validar. Caso contrário não serão consideradas.

 

10) Para quem costuma utilizar a app E-fatura o melhor mesmo é verificar no portal. A aplicação não é oficial das Finanças e, embora permita o acesso direto à sua área e seja útil, poderá às vezes não conseguir comunicar na perfeição com as Finanças. Além disso, está a facultar os seus dados a uma terceira entidade. Prefiram o portal E-fatura.

 

Partilhem esta informação para que o maior número de pessoas consiga usufruir dos benefícios fiscais.

  

Acompanhem também a página do FacebookInstagram e Canal.

12 comentários

Comentar post