Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As dicas da Ba

Um blog 360º com dicas e sugestões para as diferentes áreas da vida.

Comprometida com um peso saudável #3

Ba 06.03.17

Ba - 1 mês Pronokal.jpg

Já passou 1 mês desde que comecei o tratamento médico da Pronokal. Para quem tem acompanhado a minha evolução aqui no blog, e também através do Instagram, acredito que estejam um pouco curiosos em saber resultados. Mas já lá vamos.

 

Desde a última consulta com a Dr.ª Katia (o acompanhamento médico é feito de 15 em 15 dias) passaram uns dias muito difíceis. Aliás, desafiantes, tanto em termos de logística como também em termos emocionais. Primeiro em termos de logística porque tive as minhas primeiras duas viagens – ainda que tenham sido em Portugal – e em termos emocionais porque perdi duas pessoas próximas.

 

Confesso que estive preocupada com as viagens. Diria mesmo ansiosa. O receio de não conseguir cumprir o tratamento era grande. Claro que levava os meus produtos Pronokal mas, nesta fase em que estou, tenho algumas restrições em termos de alimentação, o que significa que posso não encontrar os alimentos que posso comer nos sítios para onde vou. Muitas vezes, nos eventos que frequento, não há possibilidade de escolher a comida. São eventos onde os menus e refeições já estão definidos. Antes mesmo de viajar falei com a médica e com as nutricionistas sobre quais as alternativas que teria caso tivesse mesmo de me sentar à mesa para uma refeição de garfo e faca. Mais uma vez a equipa foi verdadeiramente incansável. Retiraram-me todas as dúvidas e deram várias alternativas para garantir que não saía do processo de cetose.

 

Consegui “sobreviver” à viagem de Aveiro e do Algarve sem sair uma única vez do tratamento. E acreditem que foi um pouco difícil. Não foi difícil por falta de força de vontade minha, foi difícil por causa das outras pessoas. Parece que faz confusão às pessoas que haja alguém – neste caso eu – que opte por não comer o que toda a gente come e faça o meu próprio regime alimentar. “Vá lá, come este arrozinho”; “Prova isto. É só hoje”; “Vá lá, um dia só não falta mal...”. FAZ!!!!! Meus amigos, se eu estou a fazer dieta é porque houve muitos dias a dizer “é só hoje”. Não pode haver desculpas. Eu não quero comer isso. Pelo menos enquanto não atinjo o meu objetivo. Mas porque raio o que eu como é tão importante para as outras pessoas?! Pronto, desabafo feito e revelada a principal dificuldade que tenho sentido: os outros. Nada mais. Não tenho fome. Tenho energia e sinto-me bem! Os outros é que estão sempre a tentar tirar-me da dieta.

 

Nesta fase também já estou a fazer exercício de forma mais regular com o personal trainer. Uma das grandes vantagens deste tratamento é ter um acompanhamento especializado de treino. Isto é particularmente importante porque como estamos em cetose o exercício tem de ser feito na medida certa. O Paulo é uma verdadeira máquina. Está sempre a motivar, a tentar perceber como me sinto, como o meu corpo reage e sempre a incentivar a manter-me focada no objetivo. Além do treino acompanhado nas instalações de Pronokal também tenho definido um plano que posso fazer no ginásio ou em casa. Claro que já fui comprar o material (uns pesos, tapete e elásticos) para fazer os exercícios. Estava tão enferrujada que os músculos nos primeiros dias até estranharam terem sido acordados.

 

Também na área do Club Pronokal – que é reservada a pacientes – podem encontrar vídeos de exercícios que ajudam a completar o treino. Aliás, o Club Pronokal é todo o mundo. Há receitas para as diferentes fases, um fórum, programa de apoio de coaching, etc. Para quem faz o tratamento é, de facto, uma grande mais valia este Club.

 

Screenshot 2017-03-05 22.43.41.png

E eis que chegou o derradeiro dia. Sabia que tinha feito tudo certo. Talvez pudesse fazer mais exercício e também dormir melhor (foram dias em que dormi muito pouco) mas, de resto, tinha cumprido tudo. Se, nos primeiros 15 dias perdi sobretudo volume, nesta fase, além do volume, foram também mais uns quilos e uns centímetros. No total, em 1 mês perdi 6kg e, em relação à última medição, perdi 4 centímetros na zona da cintura.

1ºmes vs 1º dia - Pronokal - Ba1.jpgA foto mostra como comecei e como estou agora. Claro que há diferenças. Mas, talvez pela roupa, não notem tanto. Na primeira tinha roupa mais larga (amigos, uma pessoa está gorda mas sabe disfarçar as suas gorduras, ok?). Agora vesti, propositadamente, uma roupa mais justa para que possam perceber melhor a evolução a partir daqui. Ah, é verdade, também vesti esta roupa porque agora me serve. Há um mês estas calças de ganga pura e simplesmente não me serviam.

 

Eu noto mesmo muito na roupa. Estou mesmo satisfeita com os resultados. Até resolvi dar um corte no cabelo para ficar melhor comigo mesma. Não se sente na balança mas reflete-se na energia de uma pessoa. Eu vou continuar focada nos meus objetivos e comprometida com um peso saudável. Podem ir acompanhando tudo pelo Instagram. Vamos a isso!

 

8 comentários

Comentar post