Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As dicas da Ba

Um blog 360º com dicas e sugestões para as diferentes áreas da vida.

Saiba o que vai afetar a sua carteira em 2016

Ba 05.01.16

carteira_euros.jpg

 

Com o início de 2016 existem várias alterações no preços, salários, impostos, entre outros. Apesar de ainda não estar aprovado o Orçamento do Estado para 2016 (que deverá trazer outras medidas), existem já algumas alterações que vão ter impacto na nossa carteira. Vejam aqui tudo o que muda neste ano, em termos de despesas e rendimentos.

 

Despesas

  • Pão: O preço do pão deverá registar aumentos entre 2% a 3%
  • Leite: O preço mantém-se inalterado
  • Eletricidade: Para consumidores domésticos que se encontram no mercado regulado o aumento será de 2,5%. Já na tarifa social elétrica, para consumidores considerados economicamente vulneráveis, o aumento será de 0,9%
  • Gás: Os preços vão manter-se inalterados até Julho
  • Água – O preço é definido por cada município. Por exemplo, em Lisboa os aumentos serão de 6%, enquanto que no Porto será de 3,3%
  • Rendas: O valor das rendas sofrerá um ligeiro aumento de 0,16%. 
  • Telecomunicações: Os novos preços praticados pelos três grandes operadores de telecomunicações deverão traduzir-se em aumentos entre 2,5% e 3%
  • Portagens: Cerca de 10% das portagens sofrem aumentos de 5 cêntimos. Por exemplo, nas pontes sobre o Tejo as subidas aumentos variam entre 5 cêntimos para veículos de classe 1, e os 15 cêntimos para a classe 4, no caso da ponte Vasco da Gama.
  • IMI: Das 308 autarquias 135 vão atribuir a taxa mínima de IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis). Além disso, muitos concelhos vão atribuir descontos às famílias com filhos. A medida prevê uma redução no valor do imposto a pagar consoante o número de filhos: até 10% para famílias com 1 filho; até 15% com 2 dependentes e até 20% com 3 filhos. Este benefício aplica-se ao IMI a pagar em 2016 a partir de Abril (primeira prestação do imposto).
  • Crédito à habitação: Tudo aponta para que as taxas Euribor se mantenham em queda e valores baixos, o que significa que a prestação da casa deverá continuar a descer, ou pelo menos não subir.
  • Transportes públicos: O preço deverá manter-se. Apesar de ainda não existir Orçamento do Estado para 2016, o Governo já veio garantir que não há aumentos.

 

Rendimentos

  • Salário mínimo: Sobe de 505 euros para 530 euros.
  • Sobretaxa de IRS: Esta taxa que era de 3,5% reduz-se para uns escalões e mantém-se para outro. Vejam aqui:SobretaxaIRS.jpg
  • Função Pública: A reposição dos salários dos funcionários públicos será feito a um ritmo de 25% a cada trimestre. Em Janeiro recebem 40% do valor que lhes tinha sido cortado (20% já tinha sido reposto em 2015). Em abril é reposto 60%, em julho 80% e, em outubro 100%, ou seja, no último trimestre receberão a totalidade do salário que tinham antes da troika.
  • Pensões: As reformas dos pensionistas deverão ser atualizadas (embora ainda não esteja definido). Tudo aponta para que sejam abrangidasas pensões até aos 628,8 euros.

  • CES (Contribuição Extraordinária de Solidariedade): Esta incide sobre as pensões mais elevas e reduz-se para metade até desaparecer em 2017. Ou seja, desce para 7,5% nas pensões entre 4.611,42 euros e 7.126,74 euros (no valor que excede os 4.611,42 euros); e desce para 20% para pensões acima de 7.126,74 euros ( no valor que excede os 7.126,74 euros).

  • Abono de família: O aumento irá verificar-se nos três primeiros escalões, além de ser aumentada em 10 pontos percentuais a majoração de abono paga a família monoparentais. Veja aqui os escalões:Abonodefamilia.jpg

  •  Complemento solidário para idosos: O valor limite para ter direito ao complemento solidário para idosos sobe cerca de 2,3% para 5.022 euros, quando antes era de 4.909 euros. Ou seja, mais idosos passam a ter direito a este complemento.

  • Reformas antecipadas descongeladas: Os trabalhadores que aos 55 anos de idade tinham pelo menos 30 anos de descontos já podem pedir a reforma antecipada na Segurança Social. O valor da penalização pela reforma antes da idade será no entanto o mesmo: 0,5% por cada ano de trabalho.

  • Fatura da Sorte: A partir de Abril receber certificados de aforro em vez de um automóvel, no sorteio da Fatura da Sorte, no valor correspondente ao do Audi sorteado ( ou seja, cerca de 40 mil euros).

Estas são as principais alterações, já conhecidas, que vão afetar a sua carteira em 2016.

 

Para receber mais dicas pode subscrever a newsletter ao clicar aqui.

 

1 comentário

Comentar post