Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As dicas da Ba

Um blog 360º com dicas e sugestões para as diferentes áreas da vida.

TAP vai oferecer viagens aos clientes

Ba 10.05.17

TAP.jpg

A TAP está a oferecer viagens. Por isso, se estava já a pensar nalgum destino em especial e ainda não comprou bilhete esta pode ser uma oportunidade para viajar de borla.

 

Esta campanha vai estar disponível a partir de 11 de Maio e resulta de uma parceria entre a companhia aerea e o MB Way, que possibilita agora aos clientes da TAP comprar bilhetes através do smarthphone ou tablet.

 

E como posso ganhar os bilhetes?

No dia 23 de Maio, a partir das 10h00 (hora de Portugal Continental), a TAP, em conjunto com a SIBS, vai devolver o valor integral dos bilhetes aos 10 primeiros clientes que fizerem as suas reservas no FlyTAP, até 10 mil euros, e realizarem o pagamento através de MB Way.

 

Para além desta oferta, os restantes passageiros a concluírem reservas e compras nestas condições, entre 23 e 29 de maio, irão receber Gift Vouchers da TAP de 10 a 25 euros, em voos domésticos, europeus ou para o norte de África, e de 25 a 50 euros em voos intercontinentais. Os valores mais elevados atribuídos mediante compras em classe Executiva.

 

Para aderir a esta nova forma de pagamento, o utilizador deverá ativá-la no MULTIBANCO, selecionando a opção “MB WAY”, inserindo o respetivo número de telemóvel e definindo um pin, que será necessário para confirmar as transações na aplicação MB WAY. De seguida, basta proceder ao download e ativar a aplicação MB WAY, introduzindo o número de telemóvel e pin MB WAY definido anteriormente. O utilizador receberá de imediato um sms com o código de ativação a inserir na aplicação e o serviço estará pronto a ser utilizado. O download e a adesão à aplicação MB WAY não tem custos e está disponível para os sistemas operativos Android, iOS e Windows.

 

São 14 os bancos aderentes ao serviço MB WAY neste momento: ActivoBank, Bankinter, BBVA, Best Bank, BPI, Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo, Caixa de Crédito Agrícola, Caixa Geral de Depósitos, Millennium BCP, Montepio, Novo Banco, Novo Banco dos Açores, Popular e Santander Totta.

 

Fica a dica!

 

Acompanhem também a página do FacebookInstagram e Canal.

 

Pagamento com cartão: Visa ou Multibanco?

Ba 28.06.16

multibanco_pagamento.jpg

 

Não sei se já repararam ou não mas desde o início de Junho quando vamos pagar com cartão, e o retalhista passa o nosso cartão na máquina (POS), antes de marcamos o código, agora aparece a perguntar, por exemplo: "Visa ou Multibanco"? Depois temos de escolher qual queremos e só depois é que marcamos o código.

 

Esta nova alteração está a gerar uma verdadeira confusão, e mesmo depois dos esclarecimentos da SIBS, eu continuo a ver, diariamente, várias pessoas com dúvidas. No fundo, as pessoas acham que se escolherem VISA que vão estar a fazer o pagamento a crédito e se optarem por Multibanco o pagamento é a débito. ERRADO!!!! Não é nada disso

 

Ainda esta semana me aconteceu ter de estar a explicar num restaurante ao empregado e no supermercado à senhora da caixa. No fundo, isto acontece porque houve uma alteração e não explicaram às pessoas. Acho muito mal que os retalhistas não tenham sido informados e depois a confusão para os clientes é enorme.

 

O que mudou afinal nos pagamentos com os cartões?

 

De acordo com umas regras europeias, que entraram em vigor a 6 junho, passou a existir a possibilidade de seleção da marca de pagamento pelos utilizadores dos cartões. É que há cartões que funcionam com mais do que uma marca: Visa e Multibanco, por exemplo.

 

A escolha de uma destas marcas não altera em nada a forma de pagamento. Ou seja, se o seu cartão é de débito seja qual a marca que escolher na altura de pagar, o pagamento vai ser a débito na sua conta. Se o seu cartão for de crédito, escolha VISA ou Multibanco, o pagamento será feito a crédito.

 

"A nova opção é facultativa e apenas permite que os clientes escolham, no terminal que o comerciante disponibiliza, a marca pela qual desejam efetuar o pagamento das suas compras: VISA, VISA Electron, MasterCard, Maestro ou Multibanco", segundo explica a Unicre em comunicado.

 

A definição do pagamento das compras a débito ou a crédito depende exclusivamente do tipo de cartão utilizado. Assim:  

 

- Cartões de débito: o utilizador pagará sempre a débito – sendo o valor da compra descontado imediatamente na sua conta bancária à ordem. VISA, VISA Electron, MasterCard, Maestro são alguns dos exemplos de marcas destes cartões.

 

- Cartões de crédito: o utilizador pagará a crédito – ou seja o valor da compra será lançado na conta cartão e pago posteriormente.

 

Os utilizadores não têm qualquer custo adicional com a opção da marca e os comerciantes pagam as taxas de desconto contratadas, de acordo com a natureza da transação efetuada – a débito ou a crédito.

 

A ordem pela qual as marcas aparecem nos terminais está relacionada com a marca principal do cartão. A primeira opção corresponde à marca principal do cartão do utilizador.

 

É muito importante que todos percebam esta informação para não haver confusões. 

 

Fica a dica! Aproveitem e partilhem para que o máximo de pessoas compreendam o que mudou!

 

Acompanhe também a página do Facebook e o Instagram.

 

A partir de 1 de Fevereiro o NIB desaparece. Só é válido o IBAN!

Ba 01.12.15

transferencias.jpg

O NIB vai deixar de ser válido a partir de 1 de Fevereiro de 2016. Assim, quem quiser fazer uma transferência terá de indicar o IBAN (International Bank Account Number). Caso contrário não será possível fazer a transferência.

 

Mas para os particulares não há grandes motivos de preocupação. Na prática, o IBAN é o mesmo número do NIB (ou seja, os 21 dígitos) mas precedido de PT50. Isto é, basta colocar PT50 antes do NIB e terá o IBAN.

 

Apesar de os bancos não terem a responsabilidade de fazer a conversão automática, se escolher a transferência nacional no homebanking o sistema ajuda o utilizador ao preencher, com os números em falta.

 

Para quem tem débitos direto, que utiliza para pagamentos, não deverá existir motivos de preocupação e não necessita de fazer qualquer mudança.

 

Esta alteração resulta da conclusão da criação da Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA – Single Euro Payments Area, em inglês) para as transferências a crédito e os débitos diretos.

 

Segundo o Banco de Portugal, nessa data serão plenamente adotados os requisitos técnicos e de negócio estipulados pelo Regulamento comunitário.

 

A SEPA permite que os cidadãos da área do euro possam efetuar pagamentos em numerário usando uma única moeda em qualquer um dos países desta área, com a mesma facilidade com que o faziam no seu país com a respetiva moeda nacional.


“O Banco de Portugal recomenda aos organismos da Administração Pública e às empresas que ainda não estejam a cumprir estas condições que contactem os seus bancos e demais prestadores de serviços de pagamentos, de modo a efetuarem atempadamente as alterações necessárias para assegurar a normal realização dos seus pagamentos e cobranças”,adiantou o supervisor em comunicado.

 

Por isso, a partir de 1 de Fevereiro já sabe: coloque sempre PT50 antes do NIB.

 

Fica a dica!

Unicre cria conta Wallet que associa vários cartões para pagamentos online

Ba 22.03.13
A UNICRE lançou uma nova solução para pagamentos online: Unibanco Wallet. Esta "carteira virtual" permite associar à conta normal  um cartão de crédito físico (o “cartão master”) e uma “carteira virtual” de vários cartões Unibanco NetNet, criados para utilização exclusiva em pagamentos na Internet.

A conta Unibanco Wallet está isenta de anuidade até um máximo de 3 cartões associados, que podem ser utilizados em qualquer loja online que aceite cartões Visa ou Mastercard. 

Cada um dos cartões virtuais tem um número próprio. O titular do cartão master, a que está associada a conta Unibanco Wallet, pode definir para cada um deles um plafond a partir de um montante de 25 euros. As compras efetuadas com cada um dos cartões surgem posteriormente identificadas em separado no extrato mensal do cartão master.

A UNICRE lançou ainda uma aplicação compatível com os sistemas operativos Android e iOS da Apple, que permite guardar nos smartphones, de uma forma prática e segura, os dados dos cartões virtuais e também de cartões de crédito “tradicionais”. Poderá ainda através desta aplicação guardar de forma segura elementos de identificação pessoais como o cartão de cidadão, a carta de condução, número de eleitor, etc.

Para quem, habitualmente, faz compras online, fica a dica.

Acompanhe "As Dicas da Bá" também no Facebook. Clique aqui e faça "like" da página.