Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As dicas da Ba

Um blog 360º com dicas e sugestões para as diferentes áreas da vida.

5 Cuidados a ter na troca de presentes a seguir ao Natal

Ba 26.12.16

presents.jpg

Nos dias que seguem ao Natal é normal as lojas voltarem a encher-se de pessoas. Desta vez não para novas compras mas sim para trocas e/ou devoluções de presentes, seja porque já se tinha, não serve ou simplesmente porque não se gosto e prefere outro produto. 

 

Não há nenhuma lei que obrigue as lojas a aceitarem trocas e devoluções nestas situações, assim sendo acaba por ficar um pouco ao critério de cada loja. Mas para que não sejam apanhados de surpresa ficam aqui alguns cuidados a ter antes de trocar os presentes de Natal:

 

1) Guarde o talão de troca. Se lhe ofereceram um presente e deram talão de troca guarde-o porque somente irá conseguir trocar ou devolver o artigo na apresentação desse talão. Se não tem talão então não vai conseguir trocar o artigo.

 

2) Atenção à data. Normalmente o comércio, nesta altura, dá por volta de 30 dias para se proceder a trocas, no entanto isso não é uma regra e pode haver diferentes prazos. Assim sendo, verifique qual a data que tem para troca e tenha atenção à data de emissão do talão porque é a partir daí que contam os dias. Se ainda tem dúvidas coloque um alerta no telemóvel para dois dias antes de terminar o prazo limite.

 

3) Sem devolução de dinheiro. A maioria das lojas não devolve o montante do produto. Por isso, se está a contar em trocar determinando produto pelo valor do mesmo não conte muito com isso. Mas na dúvida não custa perguntar na loja.

 

4) Produto por produto até ao montante do oferecido. Muitas lojas só permitem trocar um determinado artigo por outro de igual valor ou inferior. Por isso, se for essa a política da loja verifique bem qual o produto que pretende e se fica enquadrado nestes critérios.

 

5) Valor em cartão ou talão. Atenção a esta data! Há cada vez mais lojas que permitem que os clientes devolvam os produtos e depois dão-lhes esse valor correspondente ao mesmo num cartão ou talão em que a pessoa pode gastar durante um determinado período. Para quem não quer fazer compras sob pressão esta pode ser uma troca mais vantajosa. Nas lojas que fazem isto eu aproveito para depois ir nos saldos - já que os produtos custam menos - e trazer mais produtos pelo mesmo valor. Também nestas situações convém ter atenção ao prazo. Há quem dê uns meses ou até um ano como validade.

 

Ficam as dicas!

 

Acompanhem também a página do FacebookInstagram e Canal.