Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As dicas da Ba

Um blog 360º com dicas e sugestões para as diferentes áreas da vida.

Um cartão que funciona como um seguro de saúde em viagem...gratuito!

Ba 17.07.17

seguro saude.jpg

Sabia que há um seguro de saúde em viagem que pode permitir-lhe poupar dinheiro em muitas despesas (que esperemos que obviamente não seja necessário)? Falo-vos do Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD).

 

Se vai viajar para algum dos 28 países da União Europeia, e ainda Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça,este cartão permite o acesso aos cuidados de saúde no país onde está a passar férias, ou está deslocado temporariamente.


Este é um cartão de modelo único, comum a todos oa países referidos, gratuito e concebido para simplificar a identificação do seu titular e da instituição que financeiramente é responsável pelos custos dos cuidados de saúde de que este possa vir a necessitar.

 

É preciso pagar para ter o cartão?

Não. Este cartão é totalmente gratuito e tem validade de três anos. 

 

Pode ser uma alternativa ao seguro de viagem?

Segundo a Segurança Social, este cartão não é uma alternativa ao seguro de viagem, nem abrange as situações em que a pessoa se desloca a outro Estado com o objectivo de receber tratamento médico. Não cobre também cuidados de saúde prestados no sistema de saúde privado nem outras despesas, como o custo do repatriamento ou indemnizações por bens perdidos ou roubados.

 

E se uma pessoa se esquecer do cartão ou não tiver mesmo o cartão?

Numa situação dessas, o tratamento não pode ser recursado. O que pode acontecer é o doente ter de pagar os cuidados de saúde direatmente ao prestador e depois, quando regressar a Portugal, pedir o reembolso das despesas.

 

Onde se pode pedir o cartão?

Pode pedir pela internet, através da Segurança Social Dirteta, ou presencialmente, conforme o subsistema de saúde, nos locais indicados aqui no site.

 

Podem consultar todas as informações aqui.

 

E porque na saúde mais vale prevenir do que remediar, partilhem a informação com que for viajar. Fica a dica!

 

Acompanhem também a página do FacebookInstagram e Canal.

Declaração amigável automóvel agora através do telemóvel

Ba 14.12.16

Screenshot 2016-12-13 23.47.19.png

 

Chegou uma nova aplicação que veio para revolucionar o preenchimento da tradicional declaração amigável em caso de acidente. Quem já teve algum sinistro talvez tenha passado por uma situação em que nenhuma das partes tinha o papel da declaração ou mesmo havendo um depois houve um engano e não havia como corrigir.  Agora apenas precisa do seu telemóvel.

 

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) lançou recentemente a aplicação e-SEGURNET, em parceria com as suas seguradoras associadas que operam em Portugal. Esta aplicação permite preencher a participação de de acidente automóvel e enviar automaticamente os dados a cada seguradora interveninente.

 

Esta aplicação é gratuita e está disponível para vários sistemas operativos. O pré-registo dos dados dos condutores e dos veículos permite evitar erros e que o preenchimento seja demorado. Isto é, se quiser pode fazer já o download e inscrever os seus dados e do seu automóvel. Assim, em caso de sinistro já terá esses dados "carregados" na aplicação tornando o processo mais rápido.

 

Screenshot 2016-12-13 23.49.08.png

 

Como funciona?

Segundo as informações a APS, a e-SEGURNET contém as mesmas secções da Declaração Amigável de Acidente Automóvel (DAAA), e facilita o seu preenchimento, uma vez que:

- Permite o pré-preenchimento dos: dados pessoais, dados do(s) seu(s) veículos, dados do(s) seu(s) seguro(s);

- Auxília no preenchimento da participação/declaração;

- Permite tirar e adicionar fotos;

- Permite adicionar a localização do acidente através da geolocalização;

- Facilita a elaboração do esboço do acidente.

 

Depois de preenchida e assinada a participação na e-SEGURNET, a mesma é enviada diretamente para a sua seguradora não tendo que efetuar qualquer outra ação adicional. Depois irá receber, por SMS, um resumo dos elementos informados às seguradoras e por email, a participação em PDF. Assim mesmo, de forma simples e rápida. Para quem quiser ir explorando pode fazer o download da aplicação e ver o vídeo em baixo.

Fica a dica!

Partilhem!

 

Acompanhem também a página do FacebookInstagram e Canal.

 

Seguros anuais, semestrais ou mensais?

Ba 20.03.15

seguro_auto.jpeg

 

Esta semana estava a conversar com um grupo de pessoas sobre seguros e a periodicidade de pagamento dos mesmo. Cá em casa temos todos os seguros a serem pagos anualmente. Além de preferirmos fazer o pagamento de uma vez só, no caso do automóvel e da mota (nas seguradoras que temos), pagar anualmente sai mais barato do que semestralmente, ou mesmo mensalmente. E isso também pesou na decisão.

 

No entanto, ainda há pouco tempo reparámos que temos os seguros concentrados todos entre os meses de Fevereiro e Março. Isto significa que, caso não façamos a poupança mensal, quando chegam estes meses o esforço no orçamento é maior.

 

Por norma costumamos colocar de parte o valor mensal. Para simplificar, imaginando um seguro automóvel de 120 euros anuais, poupamos 10 euros todos os meses com essa finalidade. Assim sabemos que quando chega a altura de pagar o seguro já temos esse dinheiro de parte. E agora podem perguntar: então mas se poupam mensalmente porque razão não pagam antes o seguro todos os meses? Tal como disse, o preço final é mais baixo. E mesmo 20 euros de diferença não parecendo nada de extraordinário a verdade é que é com estas pequenas poupanças que conseguimos, por exemplo, poupar para um outro seguro.

 

Mas claro que nem sempre a dinâmica orçamental é perfeita e com alguns imprevistos o dinheiro do seguro que estava de lado pode acabar por ir para outra despesa. 

 

Além dos seguros do carro e da mota também o da casa calha por estes meses. Para não ficar então tudo concentrado nos mesmos meses a nossa estratégia vai ser conseguir alterar. E como fazê-lo? Pois bem, agora vamos pagar os próximos dois meses de forma mensal. Ou seja, Abril e  Maio. Depois, já em Junho, fazemos novamente uma simulação. Caso a modalidade anual se mantenha mais barata passamos a pagar anualmente. Assim, conseguimos "deslocalizar" um seguro para um mês diferente de forma a não ficar tudo concentrado na mesma altura.

 

Claro que há quem prefira pagar tudo mensalmente e há quem opte pelo pagamento anual. E por aí, o que preferem?

 

O importante é que cada família encontre a modalidade que se adapta melhor ao seu estilo de vida e orçamento.