Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As dicas da Ba

Um blog 360º com dicas e sugestões para as diferentes áreas da vida.

Quem tem miniaturas do Lidl?

Ba 18.11.16

landing_page_principal_09.09.jpg

O Lidl lançou uma coleção de miniaturas este ano que tem sido uma loucura entre pequenos e graúdos. Tenho muitos amigos que estão a fazer a coleção para os filhos e para eles próprios. E eu consigo perceber porque também adoro miniaturas de supermercado. Aliás, a propósito dos workshops que costumo dar em escolas para crianças já tenho vários materiais que incluem miniaturas do género. Estas têm particular graça porque são de marcas que todos conhecemos.

 

Eu confesso que tenho de tirar o chapéu ao departamento de marketing do Lidl porque encontrou aqui uma fórmula vencedora: envolver as crianças e as famílias. Recordam-se dos peluches vegetais e frutas? E das cartas de alimentos? A adesão tem sido enorme e eu tenho aquela sensação que todas as pessoas à minha volta aderem muito bem a estas iniciativas.

 

Pois bem, a campanha está a acabar o que significa que quem terminou a coleção está feliz e contente. Quem, como eu, ainda tem miniaturas em falta só tem uma alternativa: encontrar alguém para trocar ou alguma alma caridosa que já tenha terminado e esteja disposta a ceder os seus mini produtos para fazer outra família feliz (eu! eu! eu!). 

IMG_7989.JPG

Pelo que me disseram existiram alguns encontros que permitiram a muita gente conseguir terminar as coleções. Eu não apanhei esses dias portanto resta-me perguntas: quem tem por aí miniaturas do Lidl para a troca?

 

Como poupar 500 euros por ano no supermercado

Ba 23.06.16

supermercado.jpg

Comparar os preços e estar atento às promoções. Estes poderiam ser os dois principais conselhos da DECO aos consumidores na altura de fazer as compras no supermercado e que, no final do ano, podem representar uma poupança de cerca de 500 euros.

 

Segundo o estudo comparativo da DECO o Continente é a cadeia de loha mais barata em 16 dos 18 distritos nacionais. Este estudo foi efetuado em 476 lojas no território nacional e nas ilhas, e onde se compararam 46.159 preços e se descobriram  onde estão as maiores poupanças em cada distrito. 

 

O estudo da DECO foi dividido em dois cabazes, “Marcas” e “MIX”. Ambos têm 92 produtos, sendo o primeiro composto pelas marcas mais vendidas em Portugal. Fazendo as contas para quem gasta, em média, 150 euros por mês, ao trocar a loja mais cara pela mais barata, em Lisboa, consegue poupar 501 euros. No Porto a poupança chega a 412 euros. Podem ver mais aqui.

 

A DECO disponibiliza ainda um simulador para que possa ver qual o supermercado mais barato perto de si. Assim, pode sempre ir consultar antes da próxima ida às compras.

 

Fica a dica!

KuantoKusta lança comparador de preços de supermercados

Ba 23.05.16

supermercado.jpg

Já fez a sua lista de compras para ir ao supermercado mas será que onde vai é mesmo o mais barato? E se conseguisse comparar a sua lista de compras completa em diferentes supermercados e optar pelo mais barato? Agora já é possível. O KuantoKusta lançou um novo comparador de preços dedicado a supermercados: o KuantoKusta Supermercados.

 

Agora tem, num único espaço, informação sobre os preços de diferentes supermercados e as promoções diárias. Tudo atualizado em tempo real e à distância de um clique.

KK Supermercados_compra online.jpg

São mais de 55 mil produtos disponíveis que pode adicionar o seu carrinho e verificar o preço total em cada supermercado.

 

O KuantoKusta Supermercados reúne e compara preços de 6 lojas em Portugal. Continente, Intermarché, Jumbo, Supercor (El Corte Inglés), Froiz e Amazonite, por serem as únicas que, para já, têm ponto de venda online, são as primeiras a integrar este novo serviço. Mas a lista promete aumentar ainda este ano.

 

O serviço é gratuito e é uma boa forma de comparar preços e poupar.

 

Fica a dica!

Ir ao supermercado sem sair do carro

Ba 14.03.16

DriveThruSupermarket.png

Este “Supermercado-Drive” (um supermercado que permite fazer compras sem sair do carro) é ainda um conceito mas quem sabe se em breve não poderá vir a ganhar a luz do dia.

 

A ideia é esta loja ter o aspeto semelhante ao de uma bomba de combustível. Assim o condutor entra no supermercado com o carro e estaciona junto a uma das várias zonas de compras.

 

Em seguida terá acesso a várias prateleiras rotativas com os produtos que poderá escolher e ver enquanto está sentado no carro. Depois é só colocar no tapete e a pessoa da caixa coloca as compras nos sacos. Depois é só pagar. E num simples processo que poderá demorar menos de 5 minutos leva as compras para casa.

 

Toda a parte logística e de inventário deste supermercado estará localizada nos pisos superiroes.

 

O conceito foi recentemente pantenteado pelo investor russo Semenov Dahir Kurmanbivich.

E vocês, o que acham? Imaginam-se a fazer compras assim?

 

Nova loja do Pingo Doce aberta 24 horas

Ba 17.12.15

pingo_doce.jpg

O Pingo Doce inaugurou uma nova loja que está aberta 24 horas/dia. Sim, leu bem, não fecha. Seja às 2 horas da manhã, quando se apercebe que não tem fraldas ou toalhitas para a criança, ou se acorda às 6 horas e lembra-se que não tem almoço para levar para o trabalho, o Pingo Doce oferece uma solução.

 

O novo espaço Pingo Doce&Go, que tem 140 metros quadrados, já abriu e fica junto ao posto de combustível da BP, no Restelo, em Lisboa.

 

Aqui pode encontrar fruta, pão, laticínios, bebidas, congelados, charcutaria, produtos essenciais de mercearia e os básicos da alimentação animal. Tem também serviço de take away e cafetaria com refeições rápidas prontas a consumir.

 

Além disso, esta loja Pingo Doce&Go tem também de uma parafarmácia Bem Estar.

 

A parte melhor é que os preços são os habituais praticados pelo Pingo Doce, incluindo as promoções. Ou seja, não há qualquer taxa ou encarecimento dos produtos por causa do horário.

 

Uma óptica opção para quem precisar de ir às compras, fora do horário habitual.

 

Fica a dica!

 

Se quiser receber mais dicas pode subscrever a newsletter ao clicar aqui.

A minha experiência Click & Go

Ba 03.06.15

Já vos tinha falado aqui do novo serviço da Loja Online Continente, o Click & Go. Assim que me explicaram como funcionava fiquei logo maravilhada. Mas nestas coisas o melhor mesmo é experimentar para saber.

 

Portanto, encomenda feita através do site. Escolhi os artigos, no local de entrega coloquei “Entrega na loja – Galp A5”, depois foi só escolher o dia da semana. Tão simples quanto isto.

 

No dia marcado, a caminho de casa, lá parei na Galp da A5, na zona reservada para o serviço “Click & Go”.

IMG_1732.JPG

Quando cheguei verifiquei que o espaço está bem organizado e que há, inclusivamente, lugares reservados para estacionamento. Isto para que não tenhamos de andar quilómetros com as compras até ao carro. 

IMG_1739.JPG

Assim, foi só carregar as compras e em 5 minutos já estava a caminho de casa.

 

Com a experiência consegui esclarecer algumas dúvidas que tinha e que me parecem muito relevantes:

 

1) A carrinha da Loja Online Continente permanece no local de segunda a sexta-feira entre as 17h e as 21h. Ou seja, a qualquer hora, dentro deste período, é possível levantar as compras. Um descanso. E digo isto porque muitas vezes fico presa no trânsito e saber que há esta grande margem retira o stress do levantamento.

 

2) A carrinha tem uma zona própria de refrigeração. E quando está estacionada está ligada à corrente, assegurando assim que todos os frescos permanecem frescos, já que podemos estar a falar ainda de algumas horas até procedemos ao levantamento das compras.

 

3) É possível fazer a encomenda até às 13h do próprio dia da entrega. Ou seja, podemos chegar de manhã ao trabalho e perceber que não temos nada para o jantar. Basta fazermos a encomenda e, nesse mesmo dia, a caminho de casa é só parar para levantar.

 

4) Não me canso de frisar este ponto porque acho fenomenal: o serviço é gratuito! Sim, não pagamos nada. Não é maravilhoso?

 

Pronto, estou a fã número 1 desta nova modalidade de fazer compras. Rápida, simples, e barata.

 

Fica a dica!

Click&Go: Comprar e andar é fácil e gratuito!

Ba 15.05.15

01.jpg

O dia cá em casa começa quase sempre numa correria. Entre tomar banho, vestir-me, vestir os pequenos, dar-lhes o pequeno-almoço, deixá-los na escola e ir a voar para o trabalho – quando o trânsito assim o permite – a gestão de tempo é sempre complicada.

 

Ao final do dia, a correria repete-se ao contrário. E quantas vezes, quando já vou a caminho de casa, penso: “ah devia ir ao supermercado”. Seja porque já estão a acabar as fraldas do mais pequeno, porque já há pouco leite ou porque não tenho comida suficiente para preparar o almoço para o dia a seguir…

 

Quem me conhece sabe que sou completamente fã das compras online mas ultimamente não tem sido fácil conseguir conciliar os horários de entrega com o estar em casa. Foi então que descobri que a Loja Online Continente tem agora um novo serviço: “Click & Go”.

 

Já ouviram falar? É simplesmente maravilhoso! E porquê? Porque é possível levantar as compras em vários pontos de recolha, inclusivamente num posto de combustível Galp. No meu caso, no posto da A5 mesmo a caminho de casa. M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! E agora a parte melhor sabem qual é? Gratuito! Sim, o serviço é gratuito! Poupança de tempo e dinheiro. Há melhor que isto?

 

O funcionamento é super simples: basta fazer as compras online normalmente em www.continente.pt, selecionar o local e horário de recolha, assim como modo de pagamento (pode-se pagar no ato do levantamento) e levantar no dia e horário escolhido. Existem vários pontos de recolha, tanto no carro como nas lojas.

 

Fica a dica!

 

Deco lança leilão para poupar no supermercado

Ba 13.04.15

Screenshot 2015-04-10 21.22.57.png

A Deco lançou um leilão para ajudar a poupar nas compras do supermercado: Poupe no Capaz

 

À semelhança dos leilões dos combustíveis e da eletricidade, este leilão de cabaz de produtos de supermercado funciona da forma invertida. Ou seja, as diferentes cadeias de super e hipermercados com presença em todo o País são convidadas a participar e a proporem o melhor desconto possível num cabaz de produtos considerados essenciais.

 

São consideradas 35 categorias de produtos que vão desde leite, arroz, massa, fruta, carne etc.

 

Para participar os consumidores apenas têm de se registar no site “Poupe no Cabaz” e depois recebem o cartão Deco Mais que dá descontos durante um ano na cadeia que for vencedora.

 

A inscrição é gratuita e pode ser feita até 31 de Maio.

 

Fica a dica!

Sacos de plásticos passam a custar 10 cêntimos

Ba 15.02.15

sacos_deplasticos.jpg

 

Certamente que todos já ouviram falar da nova fiscalidade verde e da medida que foi aplicada aos sacos de plástico. Assim, a partir de 15 de fevereiro os sacos de plástico vão passar a ter um custo de 10 cêntimos cada e que será suportado pelo consumidor.

 

Com esta medida, o Governo diz esperar, já em 2015, que a utilização destes sacos reduza dos 466 para os 50 por habitante, sublinhando que esta média de uso de sacos de plástico em Portugal "é muito superior" à da União Europeia. 

 

Eu cá já aderi há algum tempo aos sacos reutilizáveis.

sacos_Reutilizaveis.jpg

A partir de agora vou mesmo pôr uns quantos no carro, perto da porta de casa, para não me esquecer. É que além de ajudar o ambiente sempre ajudo a minha carteira. Já os utilizava nos supermercados que cobram há algum tempo pelos sacos de plástico, agora é apenas estender a prática a todos.

 

Agora que penso nisso também tenho um saco de pano que tem um troley e vou também pô-lo no carro.

 

Fica a dica! 

A minha estratégia para poupar no supermercado

Ba 27.01.14

 

Eu sei que o mês ainda não acabou mas estou contente só de olhar para o meu gráfico de despesas, sobretudo a categoria "supermercado" (sim, eu aponto tudo e organizo por categorias e utilizo a ferramenta Boonzi. Se quiserem saber mais cliquem aqui).

Janeiro é conhecido por ser um mês longo, sobretudo depois das compras do Natal (que consegui gastar menos de 60 euros no total. Acho que bati o meu recorde!) e que obriga a ajustes no orçamento. Depois, por ser início do ano, é sempre altura de pensar em poupança e redefinir numas estratégias para a gestão das contas da casa. E foi o que fizemos, quase de uma forma natural.

Com dois miúdos pequenos (felizmente o mais velho já só usa fralda à noite, o que permitiu já reduzir o gasto com fraldas) todas as formas para conseguir poupar são sempre boas. 

Pois bem, se calhar o que vou dizer para algumas pessoas não é novidade mas a verdade é que, para mim, as "novas estratégias" (como lhes gosto de chamar) permitiram-me reduzir as despesas com o supermercado em 30% face à minha média. Bem sei que ainda falta uma semana mas acho que estou no bom caminho.

Então deixo-vos aqui algumas dicas

1) Levar comida para o trabalho - Hoje em dia é uma prática comum para muitas pessoas mas eu já o faço há vários anos. E acreditem que, há 10 anos quando levava comida para o trabalho muitas vezes era olhada de lado. Hoje já é quase "moda". Há marmitas todas giras, caixinhas para isto e para aquilo. Há quem leve tudo mas eu continuo a achar o meu marido o "top". E explico-vos... Além de sopa, prato e fruta no outro dia até uma "mini" levou para o trabalho (xiuuuu...não digam ao chefe). Pronto, se calhar não é top porque já vi pessoas no trabalho a levarem entrada, queijo com fruta. Verdadeiros manjares, com marcadores ou toalhinhas, guardanapos, copo e até pratos, que isto de comer na marmita às vezes fica apertado (pensando bem, quantas vezes já quase que me saltaram pernas de frango para a mesa ao lado...adiante)

2) Fazer um menú da semana - Quando pensava nesta ideia achava que dava muito trabalho mas a verdade é que é óptimo em termos de organização de compras. Penso nas sopas dos miúdos, na comida para nós e o que posso fazer se sobrar, etc. Depois faço uma lista do que preciso comprar. Desde que adoptei o menú raramente tenho de ir ao supermercado a meio da semana ou falta alguma coisa. Controlo melhor os custos tanto do supermercado como também poupo tempo e em combustível. (Posso dizer que vos estou a preparar uma ferramenta catita para isto)

3) Ir ao hipermercado para as compras grandes - Fazer compras grandes logo para vários dias não estava a resultar cá em casa. Acabava por gastar mais dinheiro e, a meio da semana, acabava por ter de voltar ao supermercado porque me faltavam coisas essenciais ou pior, para não perder tempo, acabava por ir à mercearia perto de casa que é bem mais cara.

4) Comprar frescos no supermercado mais perto - Em vez de ir comprar frescos a grandes superficíes, aproveito assim uma "média superfície" para ir comprar frescos que acabam para as sopas. Ou seja, quando é carne, fraldas, higiene, etc (coisas grandes e mais caras) aproveito e vou ao hipermercado. Para o supermercado ficam os frescos. São mais baratos e, por haver menos oferta, caiu menos na tentação de fugir à lista.

5) Fazer lista e segui-la - Lista praticamente toda a gente faz, o problema é cumpri-la. A meio das compras lá pomos mais uns extras no carrinho e, no final, a conta sai mais alta do que estava pensado. É aquele princípio do "vou só comprar papel higiénico" e depois acabo por sair com dois cestos cheios, e na maioria das vezes de algumas coisas desnecessárias. Como vou a um sítio para as compras grandes e outro para as mais pequenas sinto que é mais fácil cumprir a lista. Vou mais focada.

6) Não ir com fome às compras - Ir às compras com fome à hora em que sai pão quente devia ser considerado pecado. É que começo no pão, passo para as bolachinhas, chocolates, etc... Os domingos são também fatais! É por isso que agora tenho sempre na mala uma peça de fruta, umas bolachas e agora raramente cedo à tentação.

7) Lembretes para os vales e descontos - Costumo receber vales de desconto e cupões de supermercado. Alguns podem não interessar mas outros são para produtos que compro e que representam boas poupanças. (É que isto dos cartões de desconto permite às grandes superfícies ter uma base de dados super poderosa dos nosso hábitos de consumo. Comecem a reparar se os descontos não são de coisas que habitualmente compram.) Para não acontecer ir comprar fraldas e perceber que tinha um talão que acabou na véspera agora ponho lembretes no telemóvel dos descontos para avisar dois dias antes do final do prazo e está a resultar. (Em breve irei dedicar um post aos vales e cupões e onde podem obtê-los)

8) Compras online - Quando não tenho possibilidade de ir às compras da semana ao hipermercado (ou porque tenho um miudo doente ou temos o fim-de-semana ocupado) opto pelas compras online (se tiver um talão de desconto da taxa de entrega, melhor). Além de ser prático e fácil (posso comprar a qualquer hora no conforto de casa e não tenho de carregar as coisas pesadas) permite controlar os gastos. Há menos tentações e quando começo a ver a conta a crescer fico-me mesmo pelo que preciso.

9) "Scan self-service" - Já há muitas grandes superficies que têm aquelas maquinetas que não são mais do que scanners que nos permitem fazer as compras sozinhos sem ter de passar pela caixa. Também aqui, o facto de nos ir dando o valor total da conta permite-nos ter uma melhor noção dos gastos e poupar em tempo. Além disso, o meu filho mais velho adora a ideia de apontar para os preços, carregar no botão e ouvir o barulhinho "bip" (sente que é ele que está às compras).

10) Leite do bebé na parafarmácia - Pois bem, o elemento mais pequeno cá de casa ainda bebe leite em pó daquelas latinhas maravilhosas que são super caras. O meu pequeno bebe o "Nutriben Continuação" que, infelizmente, não se vende no supermercado. Ou compro numa parafarmácia ou numa farmácia. E posso dizer-vos que hoje em dia só compro o leite na parafarmácia (Wells). É que custam menos 4 euros em relação à farmácia e ainda conta para o cartão. Comecem a comparar preços e vão ver que a diferença é grande. 

Estas foram as estratégias que adoptei este mês e que parecem estar a surtir efeito. Se houver por aí mais sugestões venham elas. Ganhamos todos com a partilha.

Ficam as dicas.

Acompanhe "As Dicas da Bá" no Facebook e Instagram.